Grêmio leva gol no final e empata com o Atlético-MG na Arena

Últimas Notícias



Categorias


Fernando Gomes / Agencia RBS

Grêmio leva gol no final e empata com o Atlético-MG na Arena

Time de Roger vencia, mas levou gol de Robinho nos minutos finais

Esporte
29 de agosto de 2016 às 07:58:06 223 visualizações

O Grêmio perdeu mais uma chance de se aproximar dos líderes do Brasileirão. Ao ceder o empate em 1 a 1 para o Atlético-MG, gols de Luan e Robinho, o time de Roger segue em sexto lugar na tabela, fora do G-4. O próximo jogo está marcado para domingo, em partida atrasada da 19ª rodada, contra o Botafogo, no Rio.

Em uma Arena de homenagens para o ídolo Alcindo, que morreu no sábado, e para os campeões olímpicos Walace e Luan, que conquistaram medalha de ouro com a Seleção nos Jogos do Rio, o Grêmio pressionou o Atlético-MG desde o início. A equipe mineira veio a Porto Alegre com três volantes, uma postura cautelosa devido à série de desfalques por lesão. A aposta estava nos contragolpes puxados por Maicosuel e no ataque com Pratto e Fred.

Mas foi o Grêmio que teve a primeira chance. No primeiro minuto, Luan aproveitou rebote e arriscou para a defesa de Uilson. Depois, foi a vez de Bolaños, que irrompeu pela esquerda e concluiu nas mãos do goleiro.

Uma das novidades do Grêmio era a volta de Maicon, recuperado de dores no tornozelo. Atuando pelo lado esquerdo do tripé de "médio-apoiadores", como definiu Roger, o capitão apareceu no ataque. Aos 16, mandou por cima do gol de Uilson. Dois minutos depois, Bolaños serviu Walace, que surgiu feito centroavante na área e concluiu para defesa do goleiro do Atlético. Aos 25, em chance inusitada, Maicon deu o bote em Leandro Donizete na intermediária e arriscou de primeira, perto do travessão de Uilson.

O Grêmio também teve duas chances de falta. Na primeira, com Luan, aos 31, o chute foi muito por cima. Depois, com Bolaños, aos 36, a bola raspou a barreira e passou perto do travessão de Uilson. 

Aos 44, o Atlético respondeu. Foi quando Maicosuel disparou pelo meio, driblou três gremistas e tocou para Pratto na ponta direita. O argentino ingressou na área, mas concluiu rasteiro, sem força, para defesa de Grohe.

No segundo tempo, o Grêmio seguiu pressionando. A um minuto, Bolaños fez grande jogada e concluiu para boa defesa de Uilson. Com mais posse de bola e volume ofensivo, era questão de tempo o gol para o Grêmio.

E o time de Roger abriu o placar aos sete minutos. Foi quando Jaílson tocou para Luan, que surgiu em velocidade na entrada da área e armou o chute com o pé esquerdo. A bola ainda rebateu no zagueiro Ronaldo e encobriu Uilson, que ficou sem reação no lance.

Depois do gol, o Atlético reagiu. O técnico Marcelo Oliveira mandou Robinho a campo, no lugar de Fred, e deu mais velocidade ao time mineiro. Aos 18, ele recebeu em posição legal na área gremista, mas teve impedimento marcado pelo árbitro Cláudio Francisco Silva.

O Grêmio não recuou. E criou, aos 25, ótima chance com Walace, que recebeu na entrada da área e encheu o pé, com um chute no cantinho, defendido por Uilson. Aos 26, o volante cruzou na área para Luan, que limpou a marcação e mandou um chute em curva, venenoso, que passou perto da trave do Atlético-MG.

Mas o Atlético tinha Robinho. Artilheiro da equipe mineira na temporada, o atacante recebeu de Douglas Santos, aproveitando falha de marcação da defesa do Grêmio, venceu Marcelo Grohe e igualou o placar aos 41 minutos. Aos 44, Pratto quase virou para os mineiros.

Ao final do jogo, um empate frustrante. Mesmo com maior volume de jogo, o Grêmio perdeu pontos preciosos contra o Galo em casa.