Grêmio supera oscilação e apresenta versão equilibrada após 10 dias

Últimas Notícias



Categorias

Tricolor venceu bem o Corinthians na Arena.
Tricolor venceu bem o Corinthians na Arena.
(Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio)

Grêmio supera oscilação e apresenta versão equilibrada após 10 dias

Roger pede mais roubadas de bola em período de treinamentos e vê evolução atrás e na frente em vitória sobre o Corinthians, quarto jogo consecutivo sem ser vazado

Esporte
15 de agosto de 2016 às 09:52:33 202 visualizações

Domingo de sol, 11 horas da manhã. Estádio cheio com mais de 50 mil pessoas. O palco estava montado. Mas o Grêmio vinha de dois empates consecutivos com equipes do Z-4 do Campeonato Brasileiro, motivos suficientes para a torcida desconfiar. Após 10 dias de pausa, porém, o Tricolor voltou com tudo, bateu o Corinthians por 3 a 0 e retomou seu lugar no G-4 do Brasileirão. De quebra, não sofreu gols pelo quarto jogo consecutivo, mesma sequência do início do campeonato, e ainda aumentou a efetividade no setor ofensivo –  marcou um gol em três partidas anteriores.

A atuação, classificada como "consistente" pelo técnico Roger Machado, interrompeu a série de dois jogos sem vitórias. A defesa, apesar das chances de gol concedidas ao Timão, mais uma vez saiu sem vazar. Roger mudou a marcação no meio-campo durante o jogo e fixou Jaílson à frente dos zagueiros, recuando Douglas para uma linha de quatro. Foi o quarto jogo sem sofrer gols, após São Paulo, América-MG e Santa Cruz. No início do Brasileirão, o time engatou também quatro jogos sem ver sua rede balançar, contra Corinthians, Flamengo, Atlético-MG e Coritiba. A melhor série do ano repetida.

Na frente, outra vez a movimentação voltou a funcionar. Roger disse na sexta-feira que mudaria um pouco a dinâmica do setor. Bolaños várias vezes deixou o centro e recebeu a bola pelos lados do campo. As chances se acumularam e o Grêmio, diferente dos jogos anteriores, tratou de aproveitar. É o quinto jogo da competição que o time de Roger anota três gols.

– Time todo esteve muito bem, todo mundo lutou, correu. A bola vem mais fácil para gente. A intensidade do Douglas, do Miller, faz com que a gente não tenha tomado gol. A gente fez o gol, depois o segundo, deu tranquilidade. É o quarto jogo sem sofrer gol. A intensidade é o que fez a gente sair satisfeito – comentou Geromel após a partida.

O equilíbrio passou pela semana de trabalho. Roger conversou com o elenco todo. Falou sobre a necessidade de recuperar mais a bola no campo ofensivo. E mostrou números das últimas partidas para provar que a equipe estava pecando na marcação. O goleiro Marcelo Grohe comentou na semana sobre o episódio. O comandante revelou mais detalhes.

– O tempo de 10 dias me deu possibilidade de corrigir o que havíamos identificado revendo nossos jogos.A pressão havia diminuído e roubamos pouco a bola na frente, por um posicionamento conservador dos nossos extremas. Esse ajuste permitiu que a gente roubasse muito a bola – analisou o técnico gremista

A vitória deixou o Grêmio dentro do G-4, mesmo com um jogo a menos na tabela – é o terceiro, com 35 pontos. Com o duelo com o Botafogo, dia 4 de setembro, pode colar no líder Palmeiras. E já tem outro confronto direto no fim de semana com o Flamengo, no Mané Garrincha. Significa a chance de segurar outro rival – os cariocas estão um ponto atrás, com 34 pontos.

Para o próximo compromisso, Roger não conta com o lateral Edílson e o volante Jailson, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. A reapresentação do elenco está marcada para a tarde de terça-feira no CT Luiz Carvalho.