Inter vence Fortaleza por 3 a 0 e abre vantagem na Copa do Brasil

Últimas Notícias



Categorias


André Ávila / Agencia RBS

Inter vence Fortaleza por 3 a 0 e abre vantagem na Copa do Brasil

Aylon, duas vezes, e Nico López marcaram os gols colorados no Beira-Rio

Esporte
01 de setembro de 2016 às 08:10:02 316 visualizações

Não é que 31 de agosto foi mesmo um dia histórico? Após 76 dias, o Inter saiu de campo comemorando uma vitória. Contra o Fortaleza, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, fez 3 a 0 e abriu vantagem para decidir vaga no Ceará em 22 de setembro. Poderá até perder por três gols de diferença desde que marque também. Antes, porém, voltará a campo para tentar sair do Z-4 no Brasileirão.

Aos sete minutos, Seijas foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para o uruguaio concluir e Ricardo Berna salvar. Aos 10, William ergueu na medida para Aylon, de peixinho, fazer 1 a 0.

Até Geferson, tal era a superioridade do Inter, criou sua chance, aproveitando rebote, mas Berna espalmou. Aos 40, Nico recebeu e arriscou de fora da área, para fora. Seis minutos depois não teve jeito: Seijas bateu da meia-lua, o goleiro espalmou e Nico López pegou o rebote para ampliar o placar.

No segundo tempo, o ritmo não se alterou. Nico López chutou da esquerda e o goleiro salvou, botando para escanteio. Seijas cobrou, Ernando cabeceou no travessão e, no rebote, Aylon fez o terceiro aos seis minutos.

Aos 13, a pressão da marcação ofensiva funcionou e William obrigou Berna a fazer bela defesa. O ritmo arrefeceu com a ampla vantagem. O Inter passou a administrar o jogo e até correu risco em uma cobrança de escanteio que passou na frente de todos na área pequena.

Para voltar a atacar, Roth colocou Sasha e Ferrareis, além de Eduardo Henrique, nos lugares de Valdívia, Seijas e Fabinho. Quando voltou a apertar a marcação, quase fez o quarto, mas o chute de Sasha foi desviado para fora. Pouco antes do fim, Daniel Sobralense assustou Danilo cabeceando à direita da trave.

Pelo Inter, Dourado fez linda jogada, driblando dois adversários, mas seu chute encobriu o travessão. No fim do jogo, com o apito de Ricardo Marques Ribeiro, o Inter voltou a ganhar. Mas a vitória mais esperada pelos torcedores é mesmo daqui a uma semana, contra o Santos, no Brasileirão.