O que você perdeu enquanto estava ocupado demais com a Olimpíada

Últimas Notícias



Categorias

A imagem de um menino de cinco anos, ferido em bombardeio à cidade de Aleppo
A imagem de um menino de cinco anos, ferido em bombardeio à cidade de Aleppo
AFP PHOTO / HO/ AMC

O que você perdeu enquanto estava ocupado demais com a Olimpíada

uma recapitulação do que ocorreu de importante no mundo não-olímpico

Geral
22 de agosto de 2016 às 07:47:26 194 visualizações

O receio de fiasco que virou orgulho na cerimônia de abertura, o mimimi dos australianos na Vila dos Atletas, as trocentas medalhas de Michael Phelps, o reinado relax de Usain Bolt, a conquista da "tão-sonhada" medalha de ouro pelo futebol brasileiro, a perna curta da equipe norte-americana de natação. Do começo de agosto até domingo, os assuntos ligados aos Jogos Olímpicos dominaram o noticiário, imperaram nas redes sociais e pareceram ocupar todos os canais de TV. Foram quase três semanas de imersão total na Rio 2016. 

No entanto, por incrível que possa parecer, ainda havia um mundo lá fora. Coisas continuavam a acontecer. Para deixar todo mundo em dia com os fatos, a seguir uma recapitulação do que ocorreu de importante no mundo não-olímpico enquanto ninguém estava prestando atenção:

Morte de João Havelange

Presidente da Fifa entre 1974 e 1998, período em que transformou a entidade e o futebol em geral em máquinas de fazer dinheiro, o brasileiro João Havelange morreu no dia 16, aos 100 anos de idade. Foi vítima de uma infecção respiratória. Antes de se projetar como uma das figuras mais poderosas da história do esporte, ele dirigiu o futebol brasileiro na conquista de três campeonatos mundiais. O ocaso foi melancólico: renunciou a suas posições na Fifa envolvido em denúncias de corrupção e legou ao futebol brasileiro seu então genro, Ricardo Teixeira.

Começo da campanha eleitoral

Como as Olimpíadas, as eleições para prefeito e vereador ocorrem de quatro em quatro anos. Os Jogos vigoram por duas semanas e logo se transformam em memória, mas o voto continua repercutindo durante todo o período, traduzido em mandato. Desta vez, início da campanha e competição coincidiram: os candidatos começaram sua corrida pelo pódio eleitoral no dia 16. Em Porto Alegre, são cinco candidatos a prefeito.

Desenvolvimentos do impeachment

Até algum tempo atrás, qualquer novidade a respeito do processo de impeachment contra Dilma Rousseff tinha o poder de incendiar o noticiário. Iniciada a Olimpíada, o tema ficou à sombra. Mas houve um desenvolvimento importante: no dia 10, por 59 votos a 21, os senadores decidiram que Dilma é ré e deve ser julgada pelo crime de responsabilidade fiscal. O julgamento no Senado, que pode determinar o afastamento definitivo da presidência, começa nesta quinta-feira, com previsão de durar uma semana.

Adeus a Ivo Pitanguy

O mais célebre dos cirurgiões plásticos — e o cirurgião plástico dos mais célebres — morreu no Rio de Janeiro um dia depois da abertura das Olimpíadas. Ivo Pitanguy tinha 93 anos e sofreu uma parada cardíaca. Integrante da Academia Brasileira de Letras, o mineiro foi responsável por transformar o Brasil em referência mundial em cirurgia plástica.

Sai Falcão, entra Roth

Depois de 11 jogos sem vitória e perigosamente próximo da linha de rebaixamento, o Inter resolveu dar mais uma sacudida. Mandou embora o técnico Falcão, depois de menos de um mês de trabalho. Para o lugar dele, trouxe um velho conhecido, quase um meme quando se fala de troca de comando na dupla Grenal: Celso Roth. Também houve renovação dos cartolas: assumiram o vestiário Fernando Carvalho, Ibsen Pinheiro e Newton Drummond.

Pódio em homicídios

No dia em que Mayra Aguiar conquistava um bronze e confirmava sua condição de único gaúcho a ganhar medalhas olímpicas em esportes individuais, a Região Metropolitana de Porto Alegre batia um triste recorde recorde: chegava, em 10 de agosto, à marca de mil assassinatos no ano. A tragédia na segurança pública não acabou ali. No dia 14, a médica Graziela Müller Lerias, 32 anos, e o porteiro José Luís Godinho do Sacramento, 57 anos, foram mortos em assaltos na Capital.

Empresa suspensa por causa da água

As alterações no sabor e no cheiro da água fornecida em Porto Alegre motivaram a suspensão das atividades da Cettraliq, investigada como possível causadora do problema que acomete a cidade há dois meses. A empresa, que tinha autorização para lançar o resultado do processamento de resíduos industriais na casa de bombas da Trensurb, foi proibida de despejar efluentes no Guaíba, por decisão da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

A carta de Dilma

A presidente afastada Dilma Rousseff apresentou em público, na semana passada, uma carta destinada "ao Senado e ao povo brasileiro". Praticamente sem chances de reassumir o cargo para o qual foi eleita, defendeu a realização de um plebiscito para a convocação de novas eleições presidenciais. Também voltou a definir como golpe o processo de impeachment.

Prematuros mortos no Iraque

No dia 10, um incêndio em uma maternidade do Iraque provocou a morte de 13 bebês nascidos prematuramente. A causa teria sido um curto-circuito. Cerca de 25 pessoas ficaram feridas.

Outra patacoada do ministro

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, voltou a dizer besteira. Ao assumir, ele já havia sugerido que os brasileiros deveriam ter planos privados e que os investimentos no SUS deveriam ser revistos. Com a Olimpíada a meio, voltou a falar e voltou a chocar: afirmou que os homens procuram menos o médico porque trabalham mais do que as mulheres. Levou uma carraspana pública da própria filha, a deputada estadual Maria Victoria Borghetti Barros (PP-PR).

Barraco no Mercosul

Em uma demonstração de desunião interna, países membros do Mercosul promoveram ampla lavagem de roupa suja em agosto. O motivo da celeuma é a presidência do bloco, que pelas regras vigentes deve ser transferida do Uruguai para a Venezuela. O governo brasileiro não simpatiza com a ideia. Na semana passada, o chanceler uruguaio,Rodolfo Nin Novoa, acusou José Serra, ministro das Relações Exteriores do Brasil, de tentar comprar o voto do Uruguai. "Não gostamos muito que o chanceler Serra tivesse vindo ao Uruguai para nos dizer que fosse suspensa a transferência e que, além disso, se houvesse a suspensão, eles nos levariam em suas negociações com outros países, como que desejando comprar o voto do Uruguai", afirmou Novoa.

Um novo símbolo para a guerra

A imagem de um menino de cinco anos, ferido em bombardeio à cidade de Aleppo, chocou o mundo e se converteu em um novo símbolo do absurdo da guerra civil na Síria. O vídeo, feito dentro de uma ambulância, mostra Omram Daqneesh sentado, coberto de sangue e pó, pouco depois de ser resgatado dos escombros. O irmão do menino, Ali, 10 anos, morreu em decorrência do bombardeio.

Feliciano acusado de estupro

Enquanto os Jogos do Rio começavam, a militante do PSC Patrícia Lélis, 22 anos, acusava de tentativa de estupro a figura mais conhecida do partido, o deputado federal Marco Feliciano. Pastor evangélico, Feliciano é conhecido pelas posições ultraconservadoras. Na reta final da Olimpíada, o vento parecia ter mudado de direção: a Polícia Civil de São Paulo indiciou a jovem por denunciação caluniosa e extorsão.

Lula e o tríplex

O famoso tríplex do Guarujá (SP) atribuído ao ex-presidente Lula reapareceu no noticiário. A Polícia Federal concluiu na semana passada o relatório da investigação sobre o imóvel e indiciou Nelci Warken, a proprietária. Também foram indiciados funcionários da Mossack Fonseca no Brasil. O caso envolve lavagem de dinheiro na compra de imóveis. Lula e seus familiares saíram incólumes da operação, integrada à Lava Jato, o que foi festejado por seus apoiadores. Mas a situação ainda não está resolvida para o petista. Lula continua a ser investigado por ocultação de bens e lavagem de dinheiro em outro inquérito referente ao tríplex.

Inquérito contra Dilma e Lula

Teori Zavascki, ministro do Supremo Tribunal Federal, determinou na semana passada a abertura de um inquérito para investigar a presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula da Silva e dois ex-ministros, Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo. Eles serão investigados por supostamente ter tentado obstruir a Lava Jato, o que negam ter feito.

Vantagem para os militares

Não foram só os medalhistas brasileiros que prestaram continência às Forças Armadas. No dia 7, o miministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, informou pelo Twitter que os militares brasileiros não deverão ser incluídos na reforma da Previdência que o governo federal quer promover. O governo quer aumentar a idade mínima para aposentadoria — de 55 para 65 anos, no caso de homens, e de 50 para 62, no caso das mulheres.

Madeira em chamas

A partir de 8 de agosto, incêndios se alastraram pela ilha da Madeira, um porção de Portugal situada na costa da África. Foram cinco dias de terror, como o fogo consumindo florestas e acossando o Funchal, a principal cidade. No final, três mil hectares foram consumidos e três pessoas morreram.

Mais um atentado na Turquia

O atentados terroristas têm sido frequentes na Turquia ao longo deste ano, mas nenhum fez tantas vítimas quanto o ataque suicida ocorrido no sábado em Gaziantep, perto da fronteira com a Síria. Um adolescente entrou em uma festa de casamento e detonou um colete carregado de explosivos. Houve pelo menos 51 mortos. A quantidade de feridos ronda a centena. Segundo o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o atentado provavelmente foi arquitetado pelo Estado Islâmico.

Campeonato brasileiro

A Olimpíada não fez bem para a dupla Grenal. No dia em que os Jogos começaram, o Grêmio estava no G4, a um ponto do líder. Em três partidas, acumulou um empate, uma vitória uma derrota, caindo para o 5º lugar. Cinco pontos afastam o tricolor do líder, o Palmeiras, que ultrapassou o Santos no período olímpico. O Inter começou e terminou os Jogos na 14ª, mas a distância para a zona do rebaixamento passou de três para nenhum ponto. O colorado teve dois empates e uma derrota no período.

Futebol europeu

Messi aproveitou o período olímpico para levantar uma taça. Foi na quarta-feira, na vitória de 3 a 0 do Barcelona sobre o Sevilha, na decisão da Supercopa da Espanha. Não foi a única movimentação no futebol espanhol. Neste fim de semana, ocorreu a largada do campeonato local, com o Real Madrid e o Barcelona vencendo, no caso deste com 6 a 2 sobre o Bétis. Também começaram outros certames europeus, como o francês, o italiano e o português. Na liga inglesa, o Manchester City, de Josep Guardiola, lidera com o mesmo número de pontos, mas um gol marcado a mais, do que o Manchester United, dos recém-contratados José Mourinho e Ibrahimovic.