A Série B mostra os dentes para o Inter com uma mordida de Argel

Últimas Notícias



Categorias


Bruno Alencastro / Agencia RBS

A Série B mostra os dentes para o Inter com uma mordida de Argel

Vitória é superior e vence com méritos o Inter em pleno Beira-Rio

Esporte
16 de setembro de 2016 às 08:49:03 681 visualizações

E não é que o Inter pagou o vale de perder e se instalar no Z-4 para um time treinado por Argel Fucks, ou melhor, não-treinado por ele, já que mal foi anunciado pelo Vitória e estreou no Beira-Rio? Agora o Inter é 18º lugar, antepenúltimo, à frente apenas de Santa Cruz e América, e bem ameaçado pelos pernambucanos. Derrota para um adversário direto na luta contra o rebaixamento.

Aos poucos, no melhor estilo Argel, entregando a bola para o adversário, se fechando no próprio campo e apostando no contra-ataque e no balão para a área à custa de marcação forte, o Vitória foi superior e venceu com todos os méritos. Segurou-se do jeito que deu no final e garantiu o escore.

– Estou arrasado, mas não vou jogar a toalha – disse o vice de futebol Fernando Carvalho, numa frase que resume bem o tamanho do buraco em que o Inter se meteu.

Perdido, envolvido, nervoso, muito com cara de Série B, o Inter volta a assustar o seu torcedor. A evolução das primeiras exibições com Celso Roth agora está sob dúvida, tal o nível da atuação. No primeiro tempo, o Vitória bloqueou os lados do Inter, impedindo William e Geferson de subir. Um procedimento básico, simples, mas nada de o Inter sair dele.

No caso do lateral-esquerdo Geferson não é preciso fazer muito para ele se atrapalhar. Falhou no gol de Kanu, para variar. Os volantes tinham de ter alguma desenvoltura para trocar passes por dentro, contando com a aproximação dos jogadores de frente, se mexendo e abrindo espaços. Mas Fabinho tem dificuldades para dominar a bola, que dirá fazer ultrapassagens e jogar de primeira. 

Celso Roth tirou Seijas no intervalo, colocando Sasha. Foi-se a mais tênue chance de lucidez e chute de longe. A armação foi a zero. O técnico colorado tentou consertar o erro com Alex no lugar de Valdívia. Não resolveu e ainda ficou pior. Bastava um empate para ficar fora do Z-4, mas nem isso. 

A Série B bate na porta e mostra os dentes para o Inter a valer.